Futebol Arte: O futebol da contracapa


A leitura deste livro começou muito antes de tê-lo em mãos. Apesar de amante do futebol desde os primeiros passos, e morar a menos de 1 km de um "campo de várzea" em Colombo, região metropolitana de Curitiba, nunca fui assíduo frequentador de partidas de futebol amador. O futebol que eu conhecia era aquele intocável, das telas de TV. Na infância, de times de RJ e SP. Já na adolescência, o acesso completo do futebol internacional. O espetáculo crescia aos olhos. Anos depois, já na faculdade de jornalismo, fiz um trabalho sobre o futebol amador com o colega Rafael Buiar. O Rafael, morador do bairro Jardim Gabineto, já via o amador com maior familiaridade, acompanhando o Fortaleza, pequeno clube do bairro citado anteriormente. A Suburbana, embora eu soubesse de sua importância, ainda era um mundo desconhecido. No estágio, fiz outras duas coberturas da Suburbana como repórter, mas nada muito profundo. Foi que em janeiro de 2016, o Rafael me convidou para fazer parte do site Do Rico ao Pobre. Sem dúvidas, foi a melhor coisa que aconteceu comigo no ano que se passou. A imensa paixão por futebol e jornalismo, ganhou ainda mais razão de existir. O futebol amador se tornou parte de mim, e eu passei a fazer parte do futebol como nunca havia feito. A fazer parte da sociedade da cidade em que nasci de forma intensa. E a ver o futebol espetacularizado de uma outra maneira. O próprio futebol amador passou a ter outra aparência. Não mais de algo desorganizado e acompanhado por poucos. Mas de um fenômeno local, que enquanto está próximo das elites em termos rituais, está ao mesmo tempo em uma proximidade com as comunidades que já não se encontra mais no football business. 

Essa pequena introdução teve como objetivo apenas exemplificar a importância da Suburbana pra mim. A Suburbana é como é chamado o principal campeonato de futebol amador de Curitiba. Tratado de maneira orgulhosa como o "melhor do país", a competição é parte viva, integrante e tradicionalíssima de Curitiba como sociedade. O livro O futebol da contracapa trata de maneira acadêmica sobre esse fenômeno, sobre sua importância na história do cotidiano da capital paranaense, e das construções individuais de quem participa desse futebol. É importante destacar que não é um livro de informação desportiva. É um livro de antropologia, um estudo de caso realizado pelos autores (Allan de Paula Oliveira, Hélder Cyrelli de Souza e João Castelo Branco Machado) a partir da pesquisa "O Verdadeiro Futebol da Comunidade", realizada entre 2010 e 2011. O livro destaca que, conhecer a Suburbana, é conhecer Curitiba. Eu concordo plenamente com isso. E aconselho. Se você sente que o futebol das massas está distante de você, vá a um campo de futebol amador. Garanto que será bem acolhido. 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.