Guia do Campeonato Paraibano 2016


Mais um estadual com regulamento diferenciado. Na primeira fase, as 10 equipes são divididas em dois grupos. Em dois turnos, as equipes do grupo A enfrentam as do grupo B. Os três melhores de cada grupo passam para a segunda fase, e os dois piores de cada vão disputar o quadrangular do rebaixamento em jogos de ida e volta. Os dois piores do quadrangular são rebaixados. Os seis classificados, disputam uma fase de mata-mata. Os três vencedores se classificam, e pasmem, o melhor derrotado também avança para as semifinais. A competição ainda pode sofrer adiamento por conta do atraso na entrega dos laudos dos estádios.

Grupo A

Auto Esporte

A tradicional equipe de João Pessoa não conquista o título desde 1992. Para esse ano, o treinador é o ex-zagueiro Índio Alagoano, que com sua experiência na função, promete montar uma defesa intransponível. Nos três testes de pré-temporada, o trio de zagueiros Renan, Júlio e Weverton, e o goleiro Enderson, não tomaram sequer um gol.

Campinense

Atual campeão, o Campinense optou pela continuidade do trabalho do técnico Francisco Diá. Os principais jogadores da Raposa são o goleiro Glédson e o atacante Rodrigão.

Paraíba

A equipe vice-campeã da segunda divisão paraibana será comandada por Pedrinho Albuquerque. Assim como outras equipes, o destaque está no gol. Genivaldo, ex-Botafogo-PB, é o principal nome do elenco.

Santa Cruz

Bicampeão estadual em 95 e 96, o Santa Cruz realizou uma parceria com o Botafogo-PB, e além de alguns jogadores do sub-20 do Belo, ainda recebeu o treinador Ramiro Souza, que levou a equipe de João Pessoa para o mata-mata da Copa SP, feito inédito para uma equipe da Paraíba.

Sousa

O Dinossauro repatriou diversos campeões de 2009 para voltar a se sagrar campeão paraibano. Além do técnico Jorge Luís, retornaram o meia Márcio Tarrafas, o goleiro Ricardo, e o lateral Camilo.

Grupo B

Atlético Cajazeirense

O treinador Paulo Sales conta com a experiência do goleiro Paulo Musse e possui uma dupla de ataque no mínimo curiosa. Cristiano Tiririca e Baloteli. 

Botafogo

Para conquistar mais um título para a longa galeria de troféus, o Belo aposta no emergente técnico Itamar Schülle, campeão paranaense de 2015 pelo Operário de Ponta Grossa. Em campo, os destaques são o goleiro Michel Alves, o meia Aílton e o atacante Pingo.

CSP

Conhecido por ser um clube formador, mais uma vez tem um elenco recheado de garotos da base, que jogou a Copa SP. Quem comanda a garotada é o técnico Tazinho.

Esporte de Patos

Marcos Nascimento será o treinador da equipe de Patos, que acertou o retornodo zagueiro Renan Moura e do atacante Eduardo Recife.

Treze

O Galo da Borborema será comandado por Marcelo Vilar, e aposta no rodado meia Júnior Xuxa e nos não menos experientes André Mensalão e Lúcio Curió.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.