Guia do Campeonato Gaúcho 2016


No Gauchão 2016, as 14 equipes participantes se enfrentam em turno único. Os oito primeiros avançam para as quartas-de-finais e seguem em sistema eliminatório até decidir o campeão. Os três últimos da primeira fase serão rebaixados. 

Aimoré

O Índio Capilé, treinado por Abel Ribeiro conta com o goleiro Alessandro, ex-Vasco, e o atacante Cesar Santín, ex-Grêmio e maior artilheiro da história do Copenhague, da Dinamarca.

Brasil de Pelotas

Após conquistar o acesso pra série B, o Xavante aposta na continuidade do trabalho do técnico Rogério Zimmermann e de jogadores como Eduardo Martini. A maior parte dos reforços é local, como o atacante Ramon, ex-Lajeadense.

Cruzeiro

A base é a mesma do ano passado, e segue sendo comandada por Luis Antônio Zaluar. Os destaques são o meia Chiquinho, ex-Internacional e o goleiro Andrey, revelado no Grêmio.

Glória

Na volta à elite, Clêmer, o goleiro campeão mundial pelo Inter será o treinador da equipe.  principal contratação foi a do meia Cleiton, ex-Caxias.

Grêmio

O Tricolor gaúcho é mais uma equipe que buscou manter a base do ano anterior. Roger Machado segue no comando do time, e peças importantes foram mantidas, como Marcelo Grohe, Pedro Geromel e Luan.

Internacional

Atual pentacampeão, o Colorado pode alcançar o hexa, algo que aconteceu pela última vez em 1974 (o time ainda conquistaria o octa). Argel Fucks segue como treinador. Assim como o arquirrival, poucos nomes foram contratados, com destaque para o volante Fernando Bob.

Juventude

Comandados pelo ex-zagueiro Antônio Carlos Zago, o elenco do Juventude é formado por 18 garotos provenientes das categorias de base e mais alguns veteranos, como o meia Hugo, ex-São Paulo e Grêmio.

Lajeadense

No banco, estará Carpegiani. O sobrenome vencedor é de Rodrigo, filho de Paulo César, ídolo de Internacional e Flamengo. No gramado, o nome mais conhecido é do goleiro Lauro, ex-Inter e Ponte Preta.

Novo Hamburgo

A garotada é a base do Nóia. Até o técnico Gérson Gusmão foi promovido de auxiliar e treinador das categorias de base para a equipe principal.

Passo Fundo

O time do Alto Uruguai aposta na experiência do meia Souza, ex-São Paulo para surpreender. O treinador é o rodado Ben Hur Pereira.

São José

O treinador Jeverson China conta com a mesma base do ano de 2015, com destaque para os meias Diego Torres e Jô.

São Paulo

Pensando primeiramente me se manter na elite, o time do técnico Hélio Vieira conta com nomes experientes como o lateral Raulen, o meia Athos e o atacante Guto.

Veranópolis

O pentacolor vai de Luiz Carlos Winck no comando técnico, após ótima passagem pela Lajeadense. Com diversos jogadores com rodagem local, o nome mais conhecido é do lateral-esquerdo Lúcio, ex-Grêmio e Palmeiras.

Ypiranga

Após um ótimo 2015, o Ypiranga manteve Leocir Dall'Astra como treinador, que vai para o quarto ano no clube. O time reformulado não possui nomes conhecidos, mas promete ser um dos mais fortes do interior gaúcho.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.