O pontapé inicial do futebol brasileiro

"Inundação da Várzea do Carmo", óleo sobre tela pintado por Benedito Calixto em 1892 
Existem várias teorias sobre a vinda do futebol ao Brasil. Todas apresentam seus indícios e seus pioneiros, e embora, aparentemente o futebol já vinha sendo praticado em alguns pontos do país, o jogo conhecido como o pontapé inicial do futebol brasileiro foi organizado por Charles Miller. Foi em um domingo, dia 14 de abril de 1895, que Miller, então um jovem rapaz de 21 anos, reuniu funcionários da São Paulo Railway, empresa responsável pela estrada de ferro que ligava Santos a Jundiaí, e da The Gas Company, fornecedora de gás da capital paulista.

O local escolhido foi a Várzea do Carmo, região central da cidade onde hoje, em meio a selva de pedra, está o Parque Dom Pedro, e que na época era inundada no verão pelo Rio Tamanduateí. A área exata onde a partida aconteceu é desconhecido, mas Miller relatava que o campo ficaria entre as ruas do Gasômetro e Santa Rosa.

Em vermelho, a área provável da primeira partida do futebol brasileiro
The São Paulo Railway Team venceu o The Gas Works Team por 4 a 2. Porém, sabe-se apenas que Charles Miller marcou dois desses gols. O primeiro jogador a marcar um gol na história do futebol brasileiro está eternizado na condição de anônimo, assim como os outros jogadores. Segundo o biógrafo de Charles Miller, o historiador John Mills, não sobrou nada daquele jogo, a não ser um relato de Miller ao jornalista Thomas Mazzoni, publicado na revista A Gazeta Esportiva, em 1942. "Ao chegar ao capinzal, a primeira tarefa que realizamos foi enxotar os bois da Cia Viação Paulista, que tosavam a relva pacificamente. Logo depois iniciávamos nosso jogo, que transcorreu de forma interessante, sendo que alguns dos companheiros jogaram mesmo de calças compridas, por falta de uniforme adequado" afirmou o pioneiro. Além desta partida, Charles Miller foi um dos primeiros craques do esporte no país, contribuindo para sua expansão formando novos clubes, ligas e atuando até mesmo como árbitro.



Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.