Bola de Ouro da Europa - Parte 5 (2000-2009)

2000 - Luis Figo - Real Madrid-ESP

Depois de muito tempo um madridista voltou a ser escolhido como melhor da Europa. Na temporada 99-2000 ainda jogava no Barcelona, e foi envolvido na então transferência mais cara da história. Os torcedores blaugrana não o perdoam até hoje.


2001 - Michael Owen - Liverpool-ING

Owen sempre será lembrado mais pelo que poderia ter sido do que pelo que realmente foi. Com um talento nato, sofreu com as lesões que o impediram de ir mais longe. Em 2001, brilhou como o principal jogador do Liverpool nos títulos da Copa da Inglaterra, da Copa da Liga Inglesa e da Copa da UEFA.


2002 - Ronaldo - Real Madrid-ESP

O prêmio da Bola de Ouro foi mais um capítulo em uma das maiores histórias de glória, queda e redenção que o futebol já viu. Artilheiro e campeão da Copa do Mundo, Ronaldo voltava a estar no patamar das grandes estrelas do futebol mundial.


2003 - Pavel Nedved - Juventus-ITA

O tcheco foi campeão italiano, da Supercoppa e vice-campeão da Champions League. Suas primorosas atuações o fizeram superar o francês Thierry Henry, que por incrível que pareça, nunca levou o prêmio.


2004 - Andriy Schevchenko - Milan-ITA

O melhor jogador ucraniano desde Blokhin viveu grandes momentos na equipe italiana. Ronaldinho, eleito melhor do mundo pela FIFA até pode ter brilhado mais, mas Sheva foi mais letal. Foi artilheiro do campeonato italiano com 24 gols.



2005 - Ronaldinho Gaúcho - Barcelona-ESP

Dessa vez, a France Football não resistiu aos "dibres" do dentuço. Campeão espanhol, R10 ainda deixaria o ápice para a temporada seguinte, com o título da Liga dos Campeões.


2006 - Fabio Cannavaro - Real Madrid-ESP

Tão polêmico quanto sua eleição na FIFA. Zidane e Ronaldinho mereciam muito mais. Mas o zagueirão tinha as credenciais de campeão do mundo pela Azzurra.


2007 - Kaká - Milan-ITA

As arrancadas de Kaká levaram o Milan ao título europeu, mundial e da Supercopa da UEFA. Foi autor de 18 gols na temporada, 10 deles na Liga dos Campeões, garantindo também a artilharia do torneio.


2008 - Cristiano Ronaldo - Manchester United-ING

O português encantou o mundo com uma temporada irrepreensível. Campeão e artilheiro inglês com 31 gols, campeão e artilheiro europeu com 8 gols, campeão mundial, campeão da Community Shield, e vencedor de vários prêmios individuais.



2009 - Lionel Messi - Barcelona-ESP

Messi foi o principal jogador de uma das equipes mais assombrosas da história. E talvez aí, que tenha sido dado o pontapé inicial em uma das maiores rivalidades entre jogadores de todos os tempos. Com o Barça, venceu a Liga dos Campeões (sendo artilheiro com 9 gols), o Mundial de Clubes, o espanhol, a supercopa da Espanha, a Supercopa da UEFA e a Copa do Rei. 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.