Youra Eshaya: o jogador do deserto

Youra Eshaya Pera nasceu em 1933, filho de Eshaya Pera and Batishwa Benyamin em localização desconhecida. O mais provável é que tenha nascido no Iraque ou em território russo. Sua família veio do Irã durante a 1ª Guerra Mundial buscando refúgio nas proximidades da Rússia, assim como milhares de Assírios. Posteriormente, em 1935, se mudaram para Bagdá, onde o pai de Youra trabalhou na Estação da RAF (Real Força Aérea Britânica) de Hanaidi. Em 37, a família se mudou novamente para Habbaniya, sede da nova estação da RAF.

Youra começou a jogar futebol na escola, e com apenas 15 anos, foi chamado pelo Levy Civilian para jogar a RAF Football League, em Habbaniya. No mesmo ano, Youra atuou pela equipe junior da RAF Employees’(Assyrian)Club, levando o clube ao título da RAF FA Youth Cup. Suas atuações o levaram para o time principal na temporada 49/50, em que o clube conquistou o campeonato e a copa nacional. Depois disso, Youra representou a equipe da estação da RAF Habbaniya, que jogou contra outras equipes no Iraque e no Oriente Médio, enquanto também jogou por uma equipe que representava o acantonamento civil, onde Youra e outros empregados da RAF viviam com suas famílias. O jogador se destacava por sua força e habilidade, e é considerado como um dos maiores jogadores da história do Iraque, pelo seu poder em driblar, o faro de gol, e o fôlego para apoiar na defesa.

Youra na época do Air Force Club, em Bagdá
Em 1953, foi selecionado pelo tenente R.K. Weston, scouter da equipe do Bristol Rovers., após marcar três gols numa partida do comando iraquiano contra um time da RAF vindo do Canal de Suez. Youra desembarcou em terras inglesas em Agosto de 1954, depois que o piloto, que o descobriu, e um grupo de oficiais da RAF persuadiram o manager Bert Tanna aceitá-lo. Como ele estava na Inglaterra com um visto de trabalho de apenas um mês (e renovado por duas vezes), foi ordenado que Youra deixasse o país. Porém, o iraquiano conseguiu um induto que o permitiu trabalhar como mineirador enquanto jogava pelo terceiro time do Bristol, na Western League, tornando-se o primeiro jogador iraquiano a atuar fora do Iraque. Em 23 jogos pelo Bristol Rovers Colts, Youra marcou 3 gols e foi convocado para atuar na equipe reserva do Bristol em duas partidas, contra o Watford e o Fulham.

Foto de um encontro de Youra com o Rei Faisal II
Depois de jogar 4 jogos pelo Bristol em sua segunda temporada, e marcado um gol, Youra decidiu retornar ao Iraque. A razão foi um pedido do Brigadeiro Khadim Abbadi, que ofereceu para Youra e seus familiares a nacionalidade iraquiana, um lugar na força Aérea como subtenente e um lugar no Royal Iraqi Air Force FC, chamado de Air Force FC após a Revolução de 58. Isso tudo aconteceu em dezembro de 1955, a apenas alguns meses de sua elegibilidade para atuar no futebol profissional inglês, e menos de um mês antes de um dos grandes momentos da história do Bristol, quando goleou o Manchester United por 4 a 0.

A estreia internacional de Youra aconteceu em janeiro de 56, na vitória de 6 a 0 do Iraque contra o Mersden Club, da Turquia, no estádio Kashafa, e se tornou figurinha carimbada nas convocações até meados dos anos 60, e ajudou seu clube a conseguir uma série de campeonatos e copas nacionais. A aposentadoria veio em 1971, após ser suspenso por se casar com Elizabeth, uma mulher sueca, graças a normas que proibiam militares iraquianos de se casarem com mulheres de países não-árabes. Mais tarde, foi transferido para Habbaniya para treinar e supervisionar a formação de atletas militares. Depois, emigrou para a Suécia, e teve três filhos. O fim de Youra aconteceu no lugar que ele melhor desempenhava seu papal na terra. Em 21 de julho de 1992, aos 59 anos, o primeiro jogador iraquiano a atuar no exterior, sofreu um ataque cardíaco enquanto corria em um campo de futebol em Gotemburgo em que treinavam um grupo de jovens.

Fonte: RSSSF, "Youra Eshaya, the "Desert Footballer"" de Hassanin Mubarak e pesquisas de Keith Brookman e Chris Swift, de Bristol.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.