Vaca do goleiro de time francês da 13ª divisão, passa bem, garante o presidente



Ontem, aqui no Escrevendo Futebol, eu trouxe a história do Marly Gomont, que tomou uma goleada de 20 a 0 do Tupigny, em partida válida pela 3ª divisão do Departamento de Aisne, equivalente a 13ª divisão francesa. O clube teve 14 desfalques para o confronto, mas o que chamou a atenção mesmo foi um fato que aconteceu durante a partida. Aos 25 minutos, o goleiro Alain T. recebeu a notícia de que sua vaca havia entrado em trabalho de parto. Sem outro goleiro à disposição, quem assumiu a meta foi o presidente da equipe, Alain Braghieri, de 61 anos.

Em conversa exclusiva com o Escrevendo Futebol, Alain nos contou  um pouco sobre a equipe e a pobre vaquinha. Inicialmente, explicou o motivo das abstenções. Além das lesões de alguns jogadores, muitos outros precisaram faltar ao jogo para trabalhar, para ir em aniversários, além de outros problemas pessoais. Marly Gomont é uma pequena comuna francesa, e possui cerca de 425 habitantes apenas, e ficou conhecida pela França com a música do rapper francês Kamini, que leva o nome do pequeno distrito. Ouça a música abaixo:




Intrigado com a péssima campanha que o time vem fazendo, questionei a razão para os resultados ruins. Alain explicou que nas últimas temporadas o clube se desfez de alguns jovens atletas que vinham cometendo algumas infrações de ordem disciplinar, como faltas sem justificativa, desrespeito com árbitros e com o líderes da equipe, e até mesmo envolvimento com álcool e drogas. O clube decidiu criar uma espécie de “família” dentro do grupo, e que isso acabou interferindo tecnicamente, já que a média de idade da equipe gira em torno dos 50 anos.

Além disso, esta foi a primeira vez de Alain Braghieri como goleiro. “Fazer isso com 61 anos é realmente especial”. Após a derrota, Alain havia declarado que “era melhor continuar jogando e perder suando a camisa, do que desistir”, e isso mostra um pouco de como a equipe comandada por ele vê o futebol. “Eu acho que o futebol é um fator de integração, e que pode integrar qualquer um”.

Ok, você leu até aqui e ainda não sabe como está a vaquinha do goleirão? De acordo com Alain, está tudo bem com a “ASGM”.”É assim que chamamos ela. São as iniciais do nosso clube”.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.