Parto de vaca causa derrota por 20 a 0 na França

A bizarra história aconteceu já faz alguns dias, mas tem tomado conta do noticiário esportivo europeu apenas agora. Na França, a equipe de Marly-Gomont recebeu o Tupigny, pela 3ª divisão do departamento de Aisne, equivalente a 13ª divisão da pirâmide do futebol francês. O time local tinha nada mais que 14 desfalques para o jogo. Com tantas ausências, o clube foi para o jogo com 12 atletas, entre eles, alguns com 17 anos, e que faziam sua primeira partida pelo time principal.

Mas como desgraça pouca é bobagem, aos 25 minutos, o goleiro Alain T. pediu substituição. O motivo? Sua esposa ligou no meio do jogo para avisar que uma de suas vacas estava em trabalho de parto, e ele tinha que estar lá. Sem outro goleiro disponível, foi preciso que outro jogador assumisse a meta. E quem melhor para assumir essa responsabilidade do que o presidente do clube? Alain Braghieri, de 61 anos, começou a partida na linha e terminou como goleiro da equipe que comanda. “Preferimos continuar jogando e perder suando a camisa, do que desistir”, afirmou o mandatário. O resultado final foi um sonoro 20 a 0.

Atualmente, o Marly-Gomont é o último colocado da competição, mas tem o alento de não haver rebaixamento, já que essa é a última divisão da Liga Picardie, do Departamento de Aisne. Isso mostra que o placar elástico não foi culpa apenas da obre vaquinha. Infelizmente, ainda não temos notícias sobre a vaca e seus filhinhos.


Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.