Lista dos técnicos que mais gastaram na última década derruba alguns mitos


Se você acompanha grupos e fóruns de futebol pela internet, já deve ter ouvido falar que Jurgen Klopp e Simeone fazem mais com menos, não é mesmo? Ou que Guardiola monta verdadeiras máquinas pois valoriza as canteras. E até mesmo, que Arsene Wenger não gosta deste mundo cruel e capitalista do futebol, e acha todos esses gastos um absurdo.

Pois bem, o site Purely Football, apresentou uma lista com os 10 técnicos que mais gastaram em contratações nos últimos 10 anos:

#TreinadorClubesGastos*
1José MourinhoChelsea, Inter de Milão, Real Madrid720
2Carlo AncelottiMilan, Chelsea, PSG, Real Madrid700
3Roberto ManciniInter de Milão, Man. City, Galatasaray530
4Manuel PellegriniVillarreal, Real Madrid, Málaga, Man. City520
5Alex FergusonManchester United370
6Arsene WengerArsenal340
7Pep GuardiolaBarcelona, Bayern de Munique310
8Diego SimeoneAtlético de Madri195
9Louis Van GaalBarcelona, AZ, Bayern de Munique, Man. United191
10Jurgen KloppMainz 05, Borussia Dortmund150
*Em milhões de libras
Em primeiro lugar, obviamente está Mourinho. O português apareceu para o mundo se destacando com uma equipe aparentemente mais fraca do que os demais concorrentes da Europa. Mas logo aprendeu como é bom ter dinheiro pra torrar nos melhores. Em segundo, Carlo Ancelotti, o técnico mais vitorioso da Champions League. Uma prova, de que pra chegar ao topo na mais glamurosa competição do planeta, é preciso ter uma polpuda conta bancária.

Na terceira colocação, podemos ver como dinheiro na mão de gente incompetente, é vendaval. Roberto Mancini conquistou alguns títulos por Internazionale e Manchester City, mas falhou miseravelmente em voos continentais. Na quarta posição, Manuel Pellegrini, que foi bem justamente em equipes menos poderosas, mas não menos “mão abertas”.

Em quinto, Sir. Alex Ferguson. Entre Kleberson e Cristiano Ronaldo, muitos acertos e erros. E muitos títulos. Logo atrás, Arsene Wenger, crítico dos gastos excessivos no futebol. Mas apenas 5 pessoas torraram mais dinheiro que ele. Incoerente, não? Na sétima posição, Pep Guardiola. A cantera é boa. Mas não é tão confiável assim.

Diego Simeone aparece em oitavo, treinando apenas um clube neste período. O clube que gosta de apresentar a imagem de primo pobre do primo rico e galático, está mais para um playboyzinho classe média. Em 9º, Louis Van Gaal, que também não esconde a predileção por uma boa e cara contratação. Fechando a lista, outro treinador que tira leite de pedra. Treinando Mainz e Dortmund, acho mais incrível é o valor gasto. Desse jeito, fica mais fácil a produção láctea.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário:

Tecnologia do Blogger.